BIOTRANSFER2 é a continuação dos projetos BIOPHARMAC e BIOTRANSFER. Desenvolveu um conjunto de atividades que se agrupam em três objetivos específicos:

  • Valorizar os resultados da pesquisa por meio da conexão entre empresas e grupos de pesquisa.
  • Valorizar os resultados das pesquisas elaborando e financiando provas de conceito e protótipos que permitam que os resultados das pesquisas atinjam a maturidade necessária para serem transferidos para o mundo empresarial.
  • Valorizar os resultados da investigação, desenvolvendo e financiando projectos de conceitos e protótipos que permitam que os resultados da investigação sejam necessários para a futura transferência para o mundo empresarial.

Implantar um modelo de investigação biotecnológica rentável na qual a atividade de I+D das regiões participantes esteja alinhada com as necessidades das empresas, ou seja, um motor para a criação de empresas de sucesso. Ou seja, FOMENTAR A TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA.

Valorizar os resultados da pesquisa por meio da conexão entre empresas e grupos de pesquisa.

Melhoria e atualização do Observatório da Investigação Biotecnológica (INTECH) de BIOTRANSFER.

Pôr em contacto grupos de investigação e empresas que possam ter interesses comuns e estabelecer colaborações (sem que haja financiamento específico para a colaboração) mediante:

  • Atualização do catálogo (Observatório) de recursos de investigação (prestação de serviços e soluções) e empresas que necessitem, ou possam necessitar, de soluções biotecnológicas para melhorar os seus produtos ou serviços.
  • Organização de diferentes formatos (formais e informais) de reuniões, eventos, atos, interações, que se convertam em ponto de encontro entre ambas as "partes" como forma de facilitar as colaborações entre grupos de investigação e empresas.
  • Participação em eventos organizados fora do âmbito do projeto (congressos científicos, Fóruns de inovação, etc) onde se congreguem uma ou ambas as "partes", propiciando espaços em comum que facilitem a colaboração.
  • Conferência sobre transferência de resultados e troca de experiências em cada região.

Valorizar os resultados das pesquisas elaborando e financiando provas de conceito e protótipos que permitam que os resultados das pesquisas atinjam a maturidade necessária para serem transferidos para o mundo empresarial.

Desenvolvimento de acordos entre empresas e grupos de investigação, por meio do financiamento de protótipos ou provas de conceito.

  • Acordos para testar a viabilidade comercial de um resultado de pesquisa (desenvolvimento de protótipos e provas de conceito).
  • Acordos, derivados dos resultados das provas de conceito feitas, para desenvolver melhorias nos productos o servicios testeados.
  • Acordos de exploração para um produto ou serviço.

Fornecer ferramentas para o empreendedorismo no campo da biotecnologia.

  • Promover o empreendedorismo entre pesquisadores e a criação de spin offs.
  • Disponibilizar para os Parques Tecnológicos de Tenerife e Terceira a ferramenta "bioincubadora virtual" com un duplo propósito:
  • Aprimorar a assessoria on-line aos empresários biotecnológicos.
  • Promover a instalação de empresas em ambos os Parques Tecnológicos.

BIOTRANSFER2 terá uma estrutura de gestão que permita controlar a sua evolução, por meio da medição e registo de indicadores com carácter periódico. Assim, no início do projeto será implementado um sistema de identificação e monitorização que permita conhecer o estado de execução do projeto. Neste sistema será incluída uma ferramenta de controle de despesas, riscos e incidentes que mitiguem possíveis impactos negativos na execução do projeto.

A comunicação dos nossos resultados, especialmente os catálogos de grupos de pesquisa e empresas e a criação de espaços colaborativos, é fundamental para alcançar a interconexão entre ambos. Desta forma, a comunicação deve chegar ao resto da sociedade. Portanto, os eventos organizados para a execução (atividade 2) serão usados para também realizar ações de disseminação (atividade 4). Foram diversificadas as ações dirigidas para o retorno dos resultados em: - 1 dia de apresentação do projeto - 2 jornadas de transferência - 1 jornada de encerramento do projeto - Eventos menos formais voltados para públicos específicos. Aproveitaremos o website do projeto seu antecessor e trabalharemos com uma presença mais habitual e constante através do uso de TICs e redes sociais, reforçando a comunicação e divulgação nos meios de comunicação online. A presença na imprensa escrita será pontual. Aposta-se numa comunicação dinâmica, em detrimento dos meios de comunicação tradicionais.

Comunicação

  • Meios on-line, principalmente redes sociais.
  • 4 dias de transferência de resultados e troca de experiências:
  • 2017 - tenerife.
  • 2018 - Cabo Verde e Açores.
  • 2019 - Madeira.

A divulgação dos resultados do projeto é essencial. Principalmente para conseguir a conexão efetiva entre pesquisadores e empresas.
Os meios de divulgação que serão utilizados são:

Atividades e objetivos específicos.

  • Reuniões, eventos, atos, palestras, etc. formais e informais, dirigidos a públicos mais específicos.
  • Página web.

Início        O Projeto        Sócios        Evolução        Notícias        Eventos